Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mariana Dixe

Recomendações de Quarentena #2

4 contas de instagram

21.03.20

Claro que esta altura de muito tempo livre se converte em muito tempo de ecrã. É por isso que temos visto, nos últimos dias, aumentar a quantidade de desafios nas histórias do instagram: partilha uma fotografia tua em criança ou sozinha a preto e branco e desafia 72 amigas a fazer o mesmo. Estamos mais aborrecidos do que nunca. E, acima de tudo, precisamos de nos sentir conectados.

As figuras públicas não são exceção. Por um lado, querem ocupar-se; por outro, é evidente que este tempo de isolamento pode aumentar os números e o engagement de todos os que tenham atividade pública nas redes sociais. Por isso, e porque nem só de desafios vive o homem, têm aumentado também o número de iniciativas - individuais e coletivas - em forma de programa no instagram.

 

Festival, post #23.png

 

Festival #EuFicoEmCasa @festivaleuficoemcasa


As editoras SONY, Warner Brothers e Universal juntaram-se para organizar o Festival #EuFicoEmCasa. Começou na passada terça-feira, dia 17 e acaba amanhã, domingo, 22. Treze artistas por dia encheram de música e esperança os telemóveis por esse Portugal fora. E não só (o Brasil estava atento e fará a sua própria versão, de 24 a 27 de março)! O instagram do Festival tem todas as informações, incluindo o cartaz e, em tempo real, leva-nos às páginas pessoais dos artistas, onde os concertos são transmitidos em direto. Há mesmo uma sensação de conforto associada à música, sobretudo se a ouvimos da voz de alguém que está na mesma situação do que nós e se podemos fazê-lo acompanhados das nossas pessoas, mesmo que à distância.

BrunoNogueira, post #23.png

 

Bruno Nogueira @corpodormente


Por falar em conforto, não há nada como acompanhar o final de mais um dia com um copo de vinho e uma boa conversa. É isso que tem feito Bruno Nogueira, para aliviar a tensão de dias ocupados na função de pai:
convida amigos e seguidores a fazer parte da sua rotina, por volta das 23h, também ele em direto no instagram. Se há nisto um certo narcisismo, há também um alívio de parte a parte. Temos todos, o Bruno e nós, necessidade de aliviar o ambiente e o riso é - sempre foi - a forma privilegiada de o fazer. Ontem, por exemplo, fizeram parte do programa (que já dá pelo nome de "Como é que o bicho mexe?") Salvador Sobral, Miguel Guilherme, Nuno Markl, Salvador Martinha, Jéssica Athayde, João Manzarra e Filipe Melo e temas que não se ficam só pela quarentena e paternidade, mas chegam à masturbação, pitch de pilas e consultório sentimental. Vai haver descanso durante o fim-de-semana mas já está prometido mais para segunda-feira.

MiguelAraújo, post #23.png

 

Miguel Araújo @miguel_araujo_insta


E aproveitando a deixa da paternidade, Miguel Araújo tem estado em direto no instagram todos os dias, às 21h, a dar um concerto privado para adormecer a filha. Não há imagem, mas pode imaginar-se um adulto de guitarra no colo e uma criança de olhos fechados e cabeça deitada na almofada - já que o pai a isso obriga. Ouvem-se canções da sua autoria (ontem, por exemplo, a pequena insistia em ver os aviões), covers ao nível de "What a Wonderful World" e clássicos como "O Balão do João", estes normalmente a duas vozes. Não só para dormir, mas para um shot docinho de calma, este é o concerto certo.

Dava1Filme, post #23.png

 

A Minha Vida Dava Um Filme @dava1filme


Um dos meus podcasts preferidos é A Minha Vida Dava Um Filme, um formato de entrevistas semanais sobre cinema e, acima de tudo, em que se usam os filmes como desculpa para se falar da vida. Em tempo de quarentena, as entrevistas deixam de fazer sentido mas o podcast não pára, antes pelo contrário. A frequência tem aumentado, com uma série de episódios extra e já amanhã, domingo, haverá pela primeira vez um episódio ao vivo, no instagram, às 19h. Isto acontece, assumidamente, não só porque os ouvintes têm tempo e necessidade de mais mas porque as próprias hosts, Joana Miranda e Inês Gonçalves, precisam deste contacto para manter a sanidade mental.

Que todos tenhamos este escape, sejam os filmes, as canções ou o vinho!